Home / Análise/Opinião / Desmistifique sua criticidade para o bem da humanidade

Desmistifique sua criticidade para o bem da humanidade


Sua criticidade está sabotando a sua vida e a das pessoas ao seu redor? Pense nisso!

Por Isabela Santos – jornalista e coaching (especialista em estratégia comportamental)

Seu nível de criticidade pode estar minando suas possibilidades de crescimento, seja pelo fato de você desencorajar as pessoas ao seu redor e coagir diretamente suas capacidades criativas, seja por você não conseguir ir adiante por enxergar de forma mais intensa os contras que os prós. Então, desmistifique seu eu crítico.

Os críticos têm um papel fundamental nos ambientes. São eles que preveem possíveis catástrofes, validam ações e invalidam quando é necessário. São peças fundamentais.

Se o nível da crítica estiver mais para validar que para sabotar, é necessário apenas que sejam feitos pequenos ajustes, principalmente no nível linguístico de como essa crítica é feita.

Ao invés de focar no problema, na crítica em si, o crítico pode e deve focar no resultado que se espera de determinada ação, ou em palavras positivas. Afinal, quase toda crítica tem uma intenção positiva, então, porque não focar nessa intenção ao invés de utilizar expressões negativas?

Um outro problema de determinado nível de criticidade é que as críticas estão relacionadas a uma forte generalização e julgamento pejorativo: ‘tudo está ruim’, ‘nada presta’, o que contraria a inteligência social e emocional na habilidade de separar o que é bom do que é ruim, o joio do trigo.

Na maioria das vezes, as críticas estão enraizadas em valores e crenças muito fortes construídas ao longo da vida, então, é necessário ressignificá-las. Até que ponto existe necessidade de ser fiel ao eu crítico? Quais são os ganhos e as perdas?

Se a sua essência está relacionada a uma missão mais crítica, se o seu papel é de validar, então, saiba fazer isso de forma condizente, quiçá, jogando fora os excessos linguísticos que demonstram pura e simplesmente o desejo de contrariar.

Veja Também

Geraldo Alckmin avança, mas ainda não se consolida

Por André Henrique O momento não é de disputa pela presidência da República e sim ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *