Home / Destaques / Se o Paulo Preto abrir a boca, não sobrará pena sobre pena, em São Paulo; afirma deputado do PT

Se o Paulo Preto abrir a boca, não sobrará pena sobre pena, em São Paulo; afirma deputado do PT


O deputado estadual José Américo afirmou que não existe justiça no Brasil, e que o PSDB é protegido por grande maioria do ministério público e do judiciário

Em entrevista exclusiva ao Rede Popular, o deputado estadual José Américo (PT-SP) afirmou que Raquel Dodge, Procuradora-Geral da República e o Ministério Público de São Paulo estão enrolando o processo que investiga Paulo Vieira de Souza, Paulo Preto, ex-diretor da Dersa, para ouvi-lo depois das eleições. Segundo o deputado, a Justiça Federal de São Paulo teme que o engenheiro faça uma delação premiada, que destruiria a candidatura de Geraldo Alckmin (“o verdadeiro candidato do Michel Temer e das elites brasileiras”, afirma o deputado) à presidência da República.

Durante a entrevista, o petista fez várias afirmações polêmicas, como essa “a roubalheira tucana em SP continua impune. Uma das maiores quantidades de dinheiro desviado nos últimos vinte anos aconteceu aqui. A Dersa é um covil de bandidos. O ministério Público em SP é leniente e sob a hegemonia tucana em SP e o silêncio da mídia”.

Veja esses e outros pontos, na entrevista:

 

Veja Também

Convidar um juiz federal para ser ministro é eticamente deplorável, dispara Ciro Gomes contra Álvaro Dias

Em bate-papo com a juventude socialista do PDT, em São Paulo, na manhã deste sábado ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *